desenho narigudas e cabeçudos
30.12.08

escrituras feitas.

e já estamos na casa nova.

 

foram 2 anos e meio à espera de vender a nossa casa.

fomos apanhados pela crise e não só.

fica o conselho, para a próxima, negociar bem preços de compra e estar muito atenta ao mercado, se soubesse na altura o que sei hoje...

 

nestes 2 anos e meio arrependi-me mil vezes de ter comprado casa, pelo menos a primeira poderia ter optado por arrendar, a dúvida vai sempre ficar, pelo menos não teria demorado tanto tempo para mudarmos para outra.

 

tudo acaba sempre por se resolver.

e se foi mau estar à espera, por outro lado ainda bem que foi assim porque estamos muito contentes com este desfecho e com a casa nova.

 

a todos um ano recheado de dias felizes.

 

 

 

Por cacau com pimenta rosa, às 14:13  ver comentários (3) comentar

23.12.08

 

após tanto tempo à espera de vender a casa, de comprar uma nova, eis que tudo se resolve em apenas 3 semanas e aqui vamos nós!

 

a todos um feliz natal e óptimas entradas em 2009!

 

nós voltamos para o ano, até lá!

Por cacau com pimenta rosa, às 15:12  ver comentários (4) comentar

12.12.08

a R. tem estado com diarreia, viroses da época, nada de mais.

as mazelas mais evidentes são as assaduras.

 

ora eu aflita para que não piorasse ao ponto de fazer feridas decido perguntar o que é que seria mais eficaz para acabar com o "assado"

 

resposta (ou aqueles momentos em que a nossa voz interior nos GRITA  - não! não! não! - e nós não queremos saber!):

 

- Violeta Genciana (ou qualquer nome que soe a "...enciana" também dá)

 

G. na farmácia capaz de me morder porque isto não é nome de nada e a senhora da farmácia não percebeu nada e eu é que sou doida isto nem existe não se chama assim e blá blá... mas lá consegue trazer para casa a "COISA"!

 

de manhã, novamente num cenário edílico de lavagens matinais, AVISADA QUE ESTAVA QUE A "COISA LIQUIDA" ERA ROXA, durante a colocação da fralda limpinha, e fazendo juz a todos os conselhos dados, coloco um bocado na língua só para ter a certeza que não tinha alcóol e não ía arder na criança.

 

como sou uma rapariga muito desenvolta (e parva e tonta e abécula) foi tudo de seguida:

língua, algodão, criança, cómoda, muda fraldas, tudo ROXO!

 

ROXO!

 

não é roxinho, nem violeta, é ROXO!

 

Resumo:

 

- criança de rabo e afins ROXOS!

- cómoda sarapintada de ROXO!

- muda fraldas sarapintado de ROXO!

 

ROXO não sai com dodots, ROXO não sai com água e sabão, ROXO NÃO SAI!

 

eu - Língua ROXA - entrevista à tarde!

eu - dedos e UNHAS ROXAS - entrevista à tarde!

 

eu de Super Gel na mão e nada!

eu de esfregão verde e nada!

 

eu aos gritos de língua ROXA!

eu possessa em drama ROXO!

 

esfreguei tanto, mas tanto que saiu das mãos!

raspei a língua o mais que pude com a escova e lá foi saindo ao longo do dia!

na entrevista um olhar de soslaio para o meu dedo polegar envolto no penso rápido para esconder a unha mais ROXA da história!

 

passados 2 dias ainda há vestígos de ROXO à volta da minha unha...

 

mezinhas ROXAS nunca mais!

 

o G diz que se visse uma criança assim chamava a polícia!

 

vá lá que no colégio a educadora conhecia o produto!!

 

(nota: VIOLETA GENCIANA - ou lá como é que se chama - é para as aftas, mas melhora muito as assaduras)

 

 

 

Por cacau com pimenta rosa, às 15:32  ver comentários (5) comentar

... e depois do banho, roupa lavadinha, perfume...

...saimos de casa, todos muito janotas para mais um dia de trabalho/ colégio...

 

... criança na escola, mãe a iniciar dia de trabalho...

 

E EIS SENÃO QUANDO, à luz do dia, elas começam a aparecer...

...por TODO LADO!

 

pequenas nódoas, que ninguém viu em casa, amostras de ranho, bocadinhos de leite, coisas indecifráveis, desconhecidas, mas peganhosas...

 

... e quanto mais raspo com a unha mais elas se propagam!

 

com um bébé, ainda que imaculadamente tratado, e uma mãe que jura que lava a roupa, as nódoas surgem do nada!

 

 

 

 

Por cacau com pimenta rosa, às 15:26  comentar

11.12.08

eu

32 anos

TIA AVÓ

 

o grande momento desta semana, deste natal.

vou ser tia avó de um bébé que nasce em Maio.

 

a F., minha sobrinha (mas só 6 anos mais nova que eu) vai ter um bébé.

ainda não se sabe se menino se menina.

 

eu bem digo que estou a ficar velhota.

Por cacau com pimenta rosa, às 19:59  ver comentários (4) comentar

hoje foi a festa de natal no colégio da R.

os meninos ofereceram aos pais um espectáculo com música e dança.

estavam todos vestidos de anjinhos.

mas a presença de pais, mães, avós, tios e afins intimidou alguns meninos que ficaram num pranto.

a R. impecável, para orgulho aqui da babada.

 

depois fomos todos para o convívio.

esperava-nos um lanche de natal com todos os doces incluídos.

 

cá de casa só eu é que pude ir à festinha.

fico sempre intimidada nestes momentos.

muitas mães e pais.

cada um com o seu rebento.

e  a festa de convívio tem muito pouco.

 

mas tudo bem.

ou pensava eu.

até ter tido o encontro imediato de terceiro grau e decibeis elevados com uma mãeziiiiiiiiinha, um pai e uma criancinha.

 

pelos vistos a R. tem fãs.

neste caso uma menina, que a adora.

a menina tem 2 anos.

o dobro da R.

e um pai e uma mãeziiiiiiiiiiiinha.

 

(deus me perdoe)

o raio da miúda, que não tinha mais nadinha para fazer, decide vir para ao pé de nós.

começa a querer dar um beijinho, uma festinha na R.

eu digo: R. dá beijinho à tua amiguinha.

a R. dá uma espécie de turrinha.

eu comento que turrinha tão boa na amiguinha e a fedelha não vai de modas e prega uma cabeçada na R.

choro convulsivo.

e eu a dar-lhe festinhas e a acalmá-la.

e vai a miúda e dá-lhe outra cabeçada.

à 3ª cabeçada com a R. desesperada o pai da pirralha lá tenta acalmar os animos.

 

eu pego na R. e dizemos adeus, adeus, é o sono, é o sono.

 

quando estou a vestir-lhe o casaco, aparece de novo a diaba da miúda e outra vez outra cabeçada...

desta vez vinha a mãe

que começa numa conversa desconexa, como se eu nem ali estivesse, a olhar-me de esguelha, e a palavrear com a miúda.

- ai esta é que é a "rasorinhoss" ???

e a miúda  a ameaçar outra cabeçada...

- não faças isso... tás a ouvir a mãe?...

e a miúda prega um safanão na mãe...

- o que é estáaaaaaaaaaaaaaaas a fazeeeeeeeeeeer????? aiiiiiiiiiiiiiiiiii aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii aiiiiiiiiii!!

e a miúda prega outro safanão na mãe...

- tu não fazes issoooooooooooooooo aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

ESTRIDENTE

sempre com aquele olhar de esguelha para mim, tipo louca possessa!

 

eu à beira do riso

a R. num pranto, porque nunca tinha presenciado tanta "violência"

a miúda com ar de cala-te lá que aqui mando eu e se eu quero dar cabeçadas na "rasorinhoss" eu é que sei.

 

escapámos.

pelos olhares de soslaio das educadoras, parece que deve ser uma família no mínimo interessante...

 

eu não consegui reagir de imediato à miúda e agora arrependo-me devia ter pegado na R. logo à primeira e ter saído dali.

nunca sei como reagir.

são crianças, e não eram cabeçadas de partir cabeças.

mas como tento apaziguar as coisas, espero o mesmo da outra mãe.

 

mas é estranho porque são pessoas que não fazem nada.

os filhos portam-se mal, e eles nada.

e de repente desatam a gritar e a querer em segundos  e aos gritos e safanões educar os petizes.

 

nunca sei o que fazer nestas alturas...

 

 

 

 

 

 

Por cacau com pimenta rosa, às 19:19  ver comentários (2) comentar

mais sobre mim

eu

Dezembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
31


subscrever feeds
blogs SAPO