desenho narigudas e cabeçudos
23.10.08

hoje estive 3 horas na segurança social à espera de ser atendida.

só não estive 4 horas porque muito "espertamente" lá fui buscar a senha e segui caminho para tratar de outros assuntos.

 

entre outras maravilhas numa sala de espera cheia de gente em polvorosa, não há como fazer ouvidos moucos a isto:

 

- oh iuriiiiiii sai do chão!

- oh iuriiiiiii grande porcalhão!

- iuuuuuuuuuuriiiiiiiiii... cão!

- iuri és porco!

- senta ao pé da avó... tu queres levar porrada?

- iuuuuuuuriiiiiiiiiiiiii!

 

o iuri era um menino com cerca de 2 anos.

a avó tinha "bom" aspecto e até era carinhosa (dentro do possível, com um vocabulário assim!), também lá estava a mãe e a irmãzinha mais nova, que se comportava igual (COMO UMA CRIANÇA ENFIADA HÁ HORA DO ALMOÇO NUM LUGAR SURREAL), mas era menos repreendida...

 

e numa outra cadeira uma mãe com um recém nascido ao colo, que volta e meia chorava um bocadinho, ao que a avó do iuri comentou:

 

- coitadinho do garoto, para ali a chorar e ela não tira a mama para LHE DAR??

 

...enfim!

 

(eu gostava que um dia fosse feito um documentário do ponto de vista de quem lá trabalha para ter uma ideia de como é possível aguentar um dia inteiro, dias a fio, gente e mais gente, que na sua maioria estão capazes de os morder, atacar, bater, descabelar! sim, porque eu admiro, apesar de tudo, a "insensatez" de trabalhar num lugar assim e não enlouquecer).

 

(obrigada aos senhores da nokia que colocaram no meu telemóvel um jogo que eu gosto muito e já me viciei!)

 

Por cacau com pimenta rosa, às 17:53  comentar

De Graça Paz a 9 de Novembro de 2008 às 02:10
Eu admira-me como é possível num pais a tentar ser desenvolvido como o nosso quer fazer parecer ,não haver alguém inteligente por traz do balcão que passe as pessoas com crianças pequenas imediatamente á frente!!Não me esquece que quando fui á Museu do Prado havia uma fila especifica para pessoas com crianças quer fossem a pé ou no carrinho ,Acho inacreditável ainda haver no nosso pais tamanha ignorância por traz desses "desgraçados" que trabalham no serviço publico que ora fazem "pena" ora apetece esbofetea-los tal é a falta de jeito para estar num serviço desses!!Que trisyeza me dá ler isto porque também já presenciei uma cena semelhante e tenho MUITA pena das crianças que cresecem em meios que..."sabe Deus"!!!

mais sobre mim

eu

Outubro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
25

26
27
28
29
30
31


blogs SAPO