desenho narigudas e cabeçudos
24.9.08

eu já estava em trabalho de parto.

no dia em que fiz exactamente 40 semanas de gravidez.

 

foi numa segunda feira.

andei a manhã toda para lá e para cá, nem saí de casa.

 

almocei e fui para a minha cama ler um livro.

estive ao telefone com uma amiga, comentámos e rimos de que nunca mais a criança nascia ou dava sinais de o querer fazer.

 

quando me preparava para uma sesta, já com o meu gato K. aninhado junto a mim, dou uma volta e oiço um som parecido com TRAAAC  dentro da minha barriga... a mesma sensação de algo a partir...

 

percebi logo o que tinha sido, as águas tinham acabado de rebentar.

ups... ía começar a maior aventura da minha vida.

 

com muita calma, lá fui sentar-me no bidé para analisar que tipo de liquido começava agora a deslizar por mim abaixo.

incolor, sem cheiro, estava comprovado.

esperei que escorresse todo.

telefonei ao G.

(e à minha mãe, e à minha irmã)

comecei a preparar-me dando uso a todos os conselhos de amigas que tinham passado pelo mesmo ou tentando não repetir erros (às vezes dou ouvidos a quem me dá sábios conselhos).

vesti (e isto é um conselho) umas calças, uma t-shirt, soutien e cuecas e, porque era verão, umas havaianas, mais nada.

peguei na bolsa (pequena) onde tinha arrumado só os documentos necessários e os meus exames e análises efectuados durante a gravidez.

peguei num saco de plástico e numa toalha (MUITO IMPORTANTE) para não sujar (não aconteceu, mas nunca se sabe) o banco do carro a caminho da maternidade.

e esperei pelo G.

que chegou nas suas calmas, que me diz que vai só mudar de roupa e que ainda vai à casa de banho (OH SENHORES EU DE ÁGUAS REBENTADAS E SUA EXCELÊNCIA COM VONTADES DE ÚLTIMA HORA!!!! ainda hoje me diz que tinha mesmo que ser porque ía estar sabe-se lá quantas horas sem poder ir (nota: o G. não vai a qualquer casa de banho, muito menos a casas de banho sem bidé e condições minimas, é capaz de fazer kms... enfim).

e eu à espera do G. sentadinha.

 

e assim por volta da mesma hora a que escrevo este post com a diferença de 1 ano, lá fomos a caminho da Maternidade Alfredo da Costa.

 

(continua)

Por cacau com pimenta rosa, às 16:16  comentar

De Oficinas RANHA a 24 de Setembro de 2008 às 21:32
Julieta, vim aqui ao teu novo blog pela 1ª vez e estive a ler o relato inteirinho do teu parto e adorei. Ainda por cima eu conheço o local que tu descreves (e provavelmente as pessoas)
Beijinhos da Ana Cristina

De Charlotte a 25 de Setembro de 2008 às 09:28
Acção muito típica nos homens:)))

mais sobre mim

eu

Setembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
27

28
29


blogs SAPO