desenho narigudas e cabeçudos
7.2.08
hoje o dia acabou menos caótico.
hoje era dia de sopa (fazemos o esquema alternado, para controlar possíveis alergias), mas eu fiz batota.
a vontade era tão pouca que fiz a papa, mas como a meio me arrependi, sobretudo porque não quero a Migalha insuflada de papa (tipo boneco da Michelin), acabou por comer "sopa empapada", ou "papa ensopada", depende do ponto de vista.
aqueci a sopa e meti lá dentro duas solheres de papa, ficou uma argamassa doce de cenoura, alho francês, batata e papa.
e comeu, com a vontade possível que lhe é característica.
da próxima junto fruta em vez de papa.

da primeira vez que lhe dei papa à colher, sentei-a ao meu colo.
desisti logo.
enquanto não compro a cadeira para alimentação, come sentada na espreguiçadeira de frente para mim.
da primeira vez utilizei logo a colher, mas com grande ajuda da chucha, para que se habituasse ao vai e vem da colher, mas com o conforto de chuchar.
agora já domina bem a colher e a comida na boca, não cospe muito (apesar de "relinchar" imenso), o problema é que às vezes parece que se esquece e desata a chorar e só se cala com a chucha na boca.

passa o tempo agitada, mãos e braços sempre a mexer, nunca está quieta, só está bem na rua, não adormece com o carro em movimento a não ser que lhe dê o sono, fala fala fala grita grunhe, põe-se vermelha.
adora estar ao colo mas sempre na vertical a ver tudo, toma atenção a tudo, não escapa nada, não liga nada a colo "miminho", quer é movimento, ser abanada, cócegas, fingir que voa.

ri, pode estar no meio da birra mais miserável, que mesmo assim consegue sempre sorrir.

nunca falo muito da pediatra, ou das suas idas à consulta, porque graças a Deus tudo esteve sempre dentro do normal e porque tenho confiança absoluta.

a pediatra é a minha irmã, a tia dela, por aqui estou no mais absoluto descanso.

desejo-a maior porque o que mais me custa nos bébés é não entender o que querem, o que está mal, uma criança mais crescida pelo menos fala, nem que seja patetices, julgo que sera mais fácil de entender, mas claro posso estar enganada.

a maioria dos nossos "problemas" ou "dramas" diários, são culpa minha, eu é que devia ser mais paciente e sensata, mas debato-me o mais possível e não sou capaz de me acalmar a meio de uma crise, chego a gritar comigo, a zangar-me por ser tão estúpida (e digo mesmo estúpida, porque é o que me considero na maioria das vezes, porque perco a racionalidade).

a Rosarinho é uma graça de Deus, como qualquer bébé, só está a ser bébé.

temos momentos muito bons, e são mais que os maus.

damos muitas gargalhadas, adoro ouvi-la rir com as minhas patetices e sermos patetas as duas.

adoro vê-la brincar com o pai.

adoro como ela olha para nós.

adoro como ela olha para os nicos e eles para ela.

e quando digo à minha mãe ou à minha irmã que estou farta e elas me dizem "se não a queres dá-ma" compreendo que já nada seria possível sem esta Migalha.

e obrigada a quem nos lê e deixa conselhos e perde um bocadinho do seu tempo para nos confortar, são todos bem vindos, analisados ao detalhe e colocados na prática.

bom fim de semana
Por cacau com pimenta rosa, às 23:36  comentar

De Charlotte a 8 de Fevereiro de 2008 às 10:54
Bom, ao que parece as papinhas ou a fruta na papa já enganam a sopita;*)Também podes optar por colocar ao invés da batata normal, fazer a sopa com batata doce; é mais guloso:)
Ainda bem que a menina vai para a creche porque isso é óptimo tanto para nós que ficamos um pouco mais livres para os nossos afazeres como para o desenvolvimento social deles.
E não te culpabilizes existem bebés mais difíceis que outros...
Beijinhos e td a correr bem***

De Oficinas RANHA a 8 de Fevereiro de 2008 às 11:54
Beijinhos.
Fiquei a pensar se teria sido sensato escrever o comentário de ontem, e ao mesmo temepo como gostava eu de sentir essas tuas ambiguidades e não me ficar pelos bebés dos outros...
Ana Cristina

De Bluejustin a 8 de Fevereiro de 2008 às 12:36
Eu tenho dois filhos e sim, o primeiro filho pode ser muito dificil, é uma mudança muito brusca na nossa vida em todos os aspectos, profissional, familiar, pessoal.Tentamos encaixar aquele pequeno ser na nossa vida e muitas vezes stressamos pk não o conseguimos fazer.Às vezes desespera-se, mas olha aproveita vais ter saudades dela com essa idade e todas as idades têm os seus "quês".Quando ela falar, vão chegar as birras, vai puxar os livros e rasgar as folhas, vai mexer em tudo e mais alguma coisa, ehehheh.Eu às vezes internamente mando-me calar, digo para mim mesma: não reclames tanto e agradece aquilo que tens.

;)

De Na Lua da Alice a 8 de Fevereiro de 2008 às 13:08
Achei piada à tua mãe e irmã dizerem que se não a queres dá-ma. No outro dia, no meio do jantar da Alice, liguei à minha irmã a perguntar se ela gostava muito da sobrinha. Ela disse: claro que sim, adoro-a. ENTÃO VEM BUSCÁ-LA!!!!!!!!!!!!!
Mas vai melhorar para todas nós mães de cabelos em pé.
Beijinhos
Yolanda

De Oficinas RANHA a 8 de Fevereiro de 2008 às 19:40
Julieta:

Enterneço-me tantas e tantas vezes a ler-te que nem sabes... vêm-me muitas vezes as lágrimas aos olhos e sinto vontade de falar contigo, de dar ideias, de consolar mas também de procurar consolo, porque nas inseguranças dos outros revemos as nossas.
Sabes o que acho?! Que é mau dizer "culpa"... tu não és culpada de não encontrares a tua forma de estar com a tua filha... acho que isto é uma coisa que se vai construindo, não é instinto, não é um ter ou não alguma coisa... porque cada filho será único, mas também cada momento nosso o é...
E o que dizes, sentimo-lo todas, não tenhas dúvidas... por isso, um grande beijinho.
Rita

De Sofia Quintela a 8 de Fevereiro de 2008 às 20:31
GOSTEI DA ANALISE QUE FIZESTE DISTO TUDO. parece que só precisas de ser mais crescida e lembrar-te mais vezes qye agora a menina pequenina é ela. mas vais no bom caminho porque já detectaste os erros, as falhas. se treinares todos os dias, um bocadinho a tua paciencia, verás que os momentos bons serão ainda mais.
Bweijinhos gigantes às duas

mais sobre mim

eu

Fevereiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29


blogs SAPO